A avaliação de desempenho por competências é essencial?

pessoas conversando e fazendo anotações

A avaliação de desempenho por competências é um processo fundamental para o cumprimento de metas e objetivos, a médio e longo prazo, em qualquer organização — independentemente do porte ou segmento de atuação.

Por meio desse processo, você consegue identificar pontos positivos e que necessitam atenção para que os colaboradores estejam alinhados com os propósitos da companhia. Ele também colabora com uma gestão focada em competências.

Continue a leitura e saiba mais sobre a avaliação de desempenho por competências, quando ela deve ser feita e os pontos a considerar em sua execução.

O que é avaliação de desempenho por competências?

Trata-se de uma análise sistemática da performance de cada profissional da sua empresa a partir de alguns aspectos. São eles:

  • tarefas que realiza;
  • metas que possui;
  • atitudes esperadas;
  • resultados alcançados;
  • potencial de desenvolvimento.

Por meio da avaliação de desempenho, o potencial do profissional é mensurado a partir de uma relação entre as competências ideais, o que é realizado e o quanto isso impacta no cumprimento dos objetivos organizacionais.

Vale destacar que cada competência é formada por um conjunto de atitudes, habilidades e conhecimentos que são necessários para a realização das atividades profissionais.

Em outras palavras, a avaliação de desempenho por competências mensura a contribuição de cada colaborador para a empresa, além da qualidade da execução de suas tarefas e o nível de comprometimento com as responsabilidades que tem.

Essa avaliação possibilita destacar pontos fortes e a melhorar o desempenho dos colaboradores, permitindo ainda a relação entre eles e as metas da companhia. A partir disso, torna-se possível construir, em conjunto, um plano de desenvolvimento.

A avaliação de desempenho por competências identifica os talentos que são fundamentais para os bons resultados da empresa — o que é muito útil para o estabelecimento de políticas de atração e retenção.

Talentos retidos otimizam o potencial da organização e potencializam a identificação de profissionais para ocuparem cargos de gerência e supervisão. Eles são facilmente integrados às rotinas da companhia e também costumam ser mais produtivos.

Para qualquer empresa, esses são ganhos valiosíssimos. Do ponto de vista do RH, torna-se possível identificar deficiências nos processos de treinamento e desenvolvimento dos profissionais — levando às estratégias que visam as melhorias necessárias.

O papel do colaborador

O colaborador tem um papel ativo na avaliação de desempenho por competências, contribuindo na identificação dos pontos positivos e de melhoria, bem como a definição dos passos necessários para que ele alcance os resultados esperados.

Essa contribuição é fundamental para o sucesso desse processo, pois o colaborador fica mais comprometido com o próprio desenvolvimento a partir da definição das próprias metas.

O papel do gestor

Na outra ponta, como gestor, você e as demais lideranças devem auxiliar esse colaborador para que ele possa se desenvolver e alinhar os próximos passos desse crescimento às necessidades e realidade da organização.

Quando aplicar essa avaliação de desempenho?

homem apontado para papel na mesa com uma caneta
A avaliação de desempenho por competências potencializa o talento de seus profissionais.

Além da necessidade de avaliar o desempenho dos seus colaboradores e identificar as dificuldades da equipe, essa avaliação deve ser aplicada durante a implantação de um modelo de gestão por competências.

Esse modelo é baseado em um sistema que reconhece e valoriza de maneira justa os colaboradores, oferecendo uma base sólida para uma remuneração adequada e que pode ser variável — de acordo com os resultados obtidos e o nível de comprometimento.

Ao identificar as dificuldades e potencialidades de cada profissional, será possível elaborar um plano individual e organizacional com foco no aumento da produtividade.

Como aplicar a avaliação de desempenho por competências?

Defina o que será avaliado

Escolha um ou mais indicadores como produtividade, pontualidade, cumprimento de prazos ou de metas de vendas. Os indicadores podem mudar de acordo com a área de atuação de sua empresa, além de se adaptarem a diferentes setores.

Escolha um método

A avaliação de desempenho por competências pode ser feita de diversas maneiras. Existem métodos como autoavaliação, avaliação por resultados, pares, 360 graus e outros. Defina aquele que combine mais com as necessidades de sua empresa e com os objetivos da análise.

Determine a frequência da avaliação

Esse é um processo que precisa ser constante, pois permite trazer os resultados desejados e causar efeitos positivos em médio e longo prazo. Por isso, a avaliação de desempenho por competências pode ser feita a cada três meses, semestral ou anualmente.

Dê e receba feedbacks

O feedback é um ponto importante na avaliação de desempenho. Ele serve de orientação para o colaborador e precisa ser recíproco, ou seja, também proveniente do profissional para demonstrar aspectos positivos e negativos da empresa.

A avaliação de desempenho por competências pode ser aplicada pelo setor de Recursos Humanos de sua empresa ou por uma consultoria especializada.

No caso da primeira opção, é possível contar com o apoio de um sistema modular que gerencia talentos e recursos humanos, além de analisar os colaboradores com foco em parâmetros estabelecidos por você.

A 2easy desenvolveu o 2evaluate, sistema que viabiliza a implantação de suas políticas de avaliação de desempenho, competências, clima e outras modalidade que possibilitam avaliar o potencial humano. Com ele, você identifica os colaboradores que necessitam de reciclagem, aperfeiçoamento acompanha as métricas de trabalho, análise  de 9box e outras funcionalidades.

botão fale conosco

Conheça o 2evaluate e todos os benefícios que ele oferece para sua empresa.

Deixe o seu comentário