As ferramentas tecnológicas estão transformando a gestão de benefícios

Ferramentas tecnológicas e gestão de benefícios

Quando uma empresa faz uma gestão de benefícios inteligente, ela consegue atender às necessidades dos seus colaboradores. Isso resulta em maior motivação, melhor desempenho e comprometimento dos profissionais com os objetivos da organização, contribuindo com a diminuição do turnover.

Esse resultado é obtido porque as pessoas estão valorizando cada vez mais o próprio desenvolvimento. Para tal, investem em aperfeiçoamento para que se destaquem em relação aos demais e encontrem o reconhecimento desejado dentro e fora das empresas.

Contudo, a gestão de benefícios é um ponto que precisa ser observado pelo RH, já que pode ser uma ação estratégica. Nesse contexto, as ferramentas tecnológicas têm um papel essencial.

Saiba quais são as ferramentas e como toda essa tecnologia está transformando a gestão de benefícios:

A tecnologia na gestão de pessoas

Antes de falar especificamente sobre a gestão de benefícios, precisamos contextualizar o uso da tecnologia pelo RH, principalmente no que tange a gestão de pessoas.

Ela é um dos principais aspectos que contribuem com o papel estratégico da área de Recursos Humanos, pois ela colabora com o conhecimento que sua equipe precisa obter.

Por meio de ferramentas tecnológicas, é possível automatizar processos, ser mais produtivo, determinar folgas, conhecer os colaboradores e avaliar o desempenho deles. Isso tudo faz com que o RH entenda melhor quem são as pessoas que estão sob sua gestão.

A tecnologia também tem outro benefício quando utilizada de modo estratégico pelo RH, que é facilitar a comunicação e a interação desta área com os demais líderes e gestores da empresa.

Com isso, as rotinas operacionais do departamento de Recursos Humanos são melhor organizadas, permitindo uma análise profunda de suas ações e a elaboração de estratégias que envolvem a melhoria dos processos.

A gestão de benefícios como diferencial competitivo

Uma das principais formas de atrair e reter talentos em uma organização é a oferta de um bom pacote de benefícios corporativos. Os obrigatórios já estão consolidados, entretanto, são os extras que ganham mais espaço e despertam a atenção dos profissionais que buscam empresas para trabalhar.

Existem diversos benefícios empresariais que podem ser utilizados como um diferencial, retendo talentos, motivando a equipe, aumentando a produtividade dos funcionários e até atraindo novos profissionais altamente capacitados.

Os benefícios são vistos como um ato de valorização da companhia em relação ao trabalho de seus colaboradores.

Mas nem todo profissional de RH consegue fazer uma eficaz gestão de benefícios. Quando é bem-feita, torna-se uma importante ferramenta que ajuda a combater índices ruins como a rotatividade e o absenteísmo. Portanto, é preciso ter, além uma boa política, os mecanismos necessários para fazer essa gestão.

A maneira como a tecnologia otimiza a gestão de benefícios

Imagine sua área de Recursos Humanos diante da necessidade de implementar benefícios como auxílio-viagem, vale-cultura, premiações, bônus por vendas, cestas básicas e outros, um por um para toda a empresa. Esse pode ser um processo trabalhoso, exceto se você contar com auxílio da tecnologia.

Uma das formas de otimizar a gestão de benefícios com a ajuda das ferramentas tecnológicas é a disponibilização deles por meio de cartões. Como são gerenciados por sistemas on-line, é possível economizar tempo e ser mais preciso nas ações e estratégias que melhoram o relacionamento empresa-colaboradores.

Outro benefício é a redução de tributos que podem ser pagos pela companhia. As empresas que adotam o cartão alimentação, por exemplo, pode obter incentivos fiscais do Programa de Alimentação do Trabalhador, o PAT. Dessa maneira, economiza-se recursos para que sejam investidos em outras áreas.

O controle da sinistralidade é outro fator impactado pela gestão de benefícios com o auxílio da tecnologia. Ao oferecer as vantagens certas, sua empresa contribui com a diminuição da taxa de sinistralidade por meio de ações que estimulam o bem-estar de todos os funcionários.

Com a ajuda da tecnologia, você gasta menos tempo gerenciando benefícios. Muitas vezes, a gestão se dá pela execução de tarefas repetitivas, que tomam bastante tempo.

Por isso, é importante ver a tecnologia como uma grande aliada do setor de recursos humanos. Ela contribui com o bom fluxo de tarefas, possibilitando tranquilidade no dia a dia e produtividade em suas ações.

A informatização do RH é um excelente investimento, pois todo o valor aplicado em uma ferramenta de gestão de benefícios retorna em melhor controle financeiro.

Ela é uma das formas de visualizar eventuais desperdícios. Assim, essa deve ser uma das metas para que a margem de erro esteja sempre próxima a zero.

Independentemente do porte da sua empresa, avalie como a gestão é feita e não resista à ajuda que as ferramentas tecnológicas podem oferecer.

Você já usa alguma plataforma na gestão de benefícios da sua equipe? Conte para nós!

Deixe o seu comentário