Gestão de pessoas: Os 3 principais erros que os RHs mais cometem

Compartilhar
A gestão de pessoas é uma tarefa crucial para aproveitar todo o potencial do capital humano. No entanto, os RHs de muitas empresas cometem erros que são comuns, mas que também causam grandes impactos negativos. O melhor a fazer é reconhecer quais são os pontos de atenção e identificar as principais soluções. Dessa maneira, é possível melhorar a atuação junto aos profissionais e garantir melhores resultados para os talentos. Aproveite para descobrir quais são os 3 principais erros cometidos pelos RHs quanto à gestão de pessoas!

1. Não contar com um planejamento estratégico

Muitas empresas ainda têm a ideia de que o RH é, meramente, um setor operacional e burocrático, como se ele estivesse limitado a tarefas de departamento pessoal. O grande problema é que muitos RHs realmente assumem essa posição e, com isso, deixam de oferecer resultados melhores. Na prática, isso faz com que a gestão de pessoas seja menos contextualizada e tenha baixo impacto na conquista de resultados estratégicos. Além de tudo, ela pode prejudicar o desempenho junto aos talentos. Portanto, o melhor é estabelecer um planejamento estratégico que considere as questões mais importantes, como comunicação interna, cultura, seleção, treinamento e assim por diante. Tudo deve estar alinhado com os interesses do negócio, de modo a garantir uma atuação mais relevante.
gestão de pessoas

2. Desconsiderar o papel dos benefícios na gestão de pessoas

A remuneração é um componente importante para fazer um gerenciamento adequado de talentos. Com características especiais, permite diferenciar o negócio, aumentar a retenção de talentos e até melhorar o employer branding. Contudo, muitos RHs enxergam valor apenas no aumento de salário, quando, na verdade, a oferta de benefícios tem grande relevância. Na prática, oferecer uma cesta de benefícios adequada a cada contexto pode gerar impactos muito mais positivos. Para otimizar essa oferta, é interessante contar com uma boa corretora e mesmo agregar serviços em um fornecedor. Com o apoio de uma empresa que também realiza outras operações, é possível consolidar resultados melhores.

3. Realizar todas as operações de maneira manual

Ainda é muito comum que o RH considere apenas a possibilidade de executar processos de maneira manual. É o que acontece, por exemplo, na elaboração da folha de pagamento. Os setores de diversas empresas ainda fazem a coleta de dados e o envio de declarações de forma meramente repetitiva. O problema é que isso gera perda de produtividade, aumenta as chances de erros e pode até prejudicar a relação entre empresa e colaboradores. Como consequência, a gestão de pessoas é prejudicada. Em vez disso, vale mais a pena investir no BPO da folha de pagamento, que nada mais é que sua terceirização. Com o apoio de uma equipe especializada e da tecnologia, todo o procedimento será executado com mais eficiência. A gestão de pessoas deve evitar alguns erros comuns para que seja possível melhorar a atuação junto aos colaboradores. Conhecendo essas falhas e a forma de corrigi-las, é possível tornar o setor muito mais estratégico e capaz de ajudar a empresa a alcançar o sucesso. Para se convencer da importância da evolução, veja 5 motivos para implementar melhorias internas com apoio da gestão de RH.

banner-sidebar-solucao-para-rh-2-easy